segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Caricatura de Louis Armstrong leva Grande Prêmio em Salão de Humor

Por Rodrigo Alves (via e-mail)


 A 39ª edição do Salão Internacional de Humor de Piracicaba foi aberta no último sábado (25) com o anúncio dos vencedores nas cinco categorias: Cartum, Charge, Caricatura, Tira e trabalhos sobre o tema Intolerância. O melhor trabalho de cada categoria recebeu R$ 5.000. O Grande Prêmio Salão de Humor de Piracicaba – Zélio de Ouro, no valor de R$ 10 mil, foi concedido a Bruno Hamzagic, de Taboão da Serra (SP), primeiro colocado em Caricatura.

O artista retratou o trompetista Louis Armstrong. “Ele faz parte do meu dia-a-dia. Trabalho ouvindo suas músicas e sempre tive vontade de desenhá-lo. Desconstruí a imagem mantendo a personalidade de Armstrong, é assim que elaboro minhas obras. Capto primeiro a personalidade e, depois, detalho os traços físicos”, comenta Hamzagic, que recebeu o troféu das mãos do próprio Zélio Alves Pinto, autor do troféu e um dos fundadores do Salão.



Além do taboanense, outros três brasileiros foram premiados no Salão deste ano. O primeiro lugar em Tira foi para Rafael Corrêa, presente na cerimônia, e o prêmio para obras sobre Intolerância foi para Rodrigo Machado Rosa, ambos de Porto Alegre (RS). Ulisses Araújo, de Paraíba do Sul (RJ) levou o Prêmio Câmara de Vereadores de Piracicaba (R$ 3.131,11). Os prêmios em Cartum e Charge foram concedidos, respectivamente, ao ucraniano Oleksy Kustovsky e ao mexicano Angel Boligán.

Compareceram na solenidade o prefeito Barjas Negri, a secretária da Ação Cultural, Rosângela Camolese, o diretor do CEDHU (Centro Nacional de Humor Gráfico de Piracicaba), Eduardo Grosso, e os presidentes do 39° Salão de Humor, Edson Rontani Júnior, Willian Hussar e Erasmo Spadotto. Todos os premiados que não puderam comparecer ao evento enviaram vídeos demonstrando a alegria pela vitória.

Menções honrosas foram oferecidas para a tira de Tomás Serrano (Espanha), os cartuns de Pavel Constantin (Romênia) e Angel Boligan (México), as charges de Mohsen Asadi (Irã) e Ricardo Clement (El Salvador), as caricaturas do piracicabano Lucas Leibholz, Ulisses Araújo, Glen Batoca e Fabricio Rodrigues Garcia (Brasil), além de Saeed Sadighi, do Irã. Para a categoria Intolerância, as menções foram para José Antonio Costa (Brasil) e Darko Drljevic (Montenegro).

Para a secretária da Ação Cultural, Rosângela Camolese, o Salão é um patrimônio cultural piracicabano. “Temos um acervo com mais de 300 obras conquistadas ao longo de 39 anos e artistas do mundo todo querem ter seus trabalhos expostos no Salão”, afirmou Rosângela, que anunciou Carlos Colonnese como presidente da próxima edição do Salão. Colonnese fez parte do grupo que idealizou e fundou o Salão em 1974, com apoio dos integrantes de O Pasquim.

O diretor do CEDHU Piracicaba destacou a presença de personalidades que fazem parte da fundação do Salão, como Fausto Longo e Adolpho Queiroz. “É uma honra ser diretor do Centro de Humor e ter aqui amigos de luta, de sonhos e de conquistas”, disse Grosso. “Nessas quase quatro décadas, o Salão de Piracicaba projetou inúmeros talentos, destacou profissionais consagrados e resgatou autores e obras históricas”, disse.

JÚRI POPULAR E CONCURSO – A 39ª edição do Salão de Humor traz algumas novidades, entre elas o Prêmio Júri Popular Alceu Marozi Righetto (R$ 5.000), criado por lei e que será feito por meio de votação pública na
internet. Para votar, basta acessar o site oficial do Salão (www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br) e escolher entre 11 menções honrosas escolhidas pelo júri de premiação. A votação vai até 30 de setembro.

O Salão promove também o concurso para o cartaz comemorativo dos 40 anos do evento, com inscrições até 31 de outubro. O concurso oferece ao vencedor prêmio aquisitivo de R$ 4.000. A inscrição é gratuita e o regulamento está disponível no site do Salão.

PARALELAS – Além da mostra principal, foi aberto no sábado o 10° Salãozinho de Humor, com 255 obras produzidas por estudantes de 7 a 14 anos de 58 escolas. Criada para incentivar pequenos talentos, a exposição é realizada em parceria com a Diretoria de Ensino de Piracicaba e Secretaria Municipal de Educação.

Com programação totalmente gratuita, a mostra principal permanece aberta até 14 de outubro, enquanto 26 exposições paralelas acontecem em diversos espaços da cidade. O evento inclui ainda oficinas de desenho, lançamento de livro, desfile de moda e caminhada.

Os armazéns do Engenho Central abrigam sete mostras paralelas: Humor no Dia a Dia na Folha de S. Paulo, com charges do importante jornal; Um Certo Humor Ucraniano, organizada pelo cartunista Vladimir Kazanevsky; Lugares In-Comuns, que presta homenagem a Jaguar, um dos fundadores do semanário Pasquim; Brasil do Bem, com caricaturas de personalidades brasileiras; além de Xilogravuras de Samuel Casal e Retalhos de Júnior Lopes. O cartunista Ricardo Soares lança suas divertidas Caricanecas.

No domingo de manhã, o Armazém 14A do Engenho Central, abrigou a
abertura da mostra Chico Anysio, Dando a Cara a Traço, com caricaturas
de Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho (1931/2012).

Outras três exposições paralelas serão abertas ainda nesta semana: Desenhos do Salão de Humor de Piracicaba na Sociedade Beneficente Sírio-Libanesa de Piracicaba; Mostra do Acervo no Espaço do Poupatempo; e O Humor está Servido no Casarão do Turismo. Veja a programação completa no site do Salão.

O SALÃO – Realizado pela Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Secretaria da Ação Cultural e do CEDHU Piracicaba, o Salão de Humor realiza em 2012 a maior mostra na história do evento. São 436 obras, divididas em 100 cartuns, 89 caricaturas, 76 charges, 78 tiras/HQs, oito peças tridimensionais e 85 trabalhos com o tema intolerância produzidos por artistas de todos os estados brasileiros e de 64 países.

O Salão de Humor de Piracicaba foi criado em 1974, por iniciativa de jornalistas e intelectuais de Piracicaba, com o apoio de grandes nomes do humor nacional como Millôr Fernandes, Jaguar, Fortuna, Henfil, Ziraldo, Zélio e Paulo Francis, à época responsáveis pelo irreverente Jornal O Pasquim.

Ao longo dos anos, o Salão de Humor ganhou status internacional e projetou-se com um dos principais eventos do gênero no mundo. Desde a sua criação, tornou-se vitrine para grandes profissionais do cartunismo e humor brasileiros como Laerte Coutinho, Angeli, Glauco Villas Boas, Alcy Linares, entre muitos outros talentos.

SERVIÇO – 39º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, aberto até 14 de outubro, de terça a quinta-feira, das 14h ás 18h, e sextas, sábados, domingos e feriados, das 10h às 21h, no Armazém 14 do Parque do Engenho Central de Piracicaba (avenida Maurice Allain, 454). Informações: (19) 3403-2615 ou www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...